preço médio dos combustíveis
Revendedor

Bandeira Branca: mais otimismo e posição privilegiada

Artigo escrito por Ricardo Pires
Por Ricardo Pires
Criado em 19/10/2021, atualizado em 01/11/2021

O ClubPetro trabalha com revendedores bandeirados e independentes, também conhecidos como bandeira branca. Nesse sentido, percebemos que o grau de satisfação e otimismo dos revendedores independentes é maior em relação aos bandeirados. 

Continue lendo para entender o assunto!

Qual a diferença entre bandeira branca e bandeirado?

Antes de explicarmos a situação privilegiada que um grupo tem em relação ao outro, vamos explicar a diferença entre revendedores bandeirados e postos bandeira branca. 

O que é um posto bandeira branca?

Alguns motoristas fogem de postos bandeira branca, mas não há nada de errado com eles. 

Um posto é chamado de bandeira branca quando tem a própria marca ou não tem marca nenhuma. Dessa forma, o revendedor compra o etanol e os derivados do petróleo diretamente com a refinaria.

Em outras palavras, trata-se de um estabelecimento que não é filiado a marcas como Shell, Esso, Petrobrás, Ipiranga e Ale –  as principais distribuidoras de combustível no Brasil. Pelo contrário, o revendedor do posto bandeira branca oferece os combustíveis de forma independente ao consumidor final.

Como esse revendedor negocia direto com a refinaria, alguns motoristas dão preferência aos postos bandeirados. Mas é importante lembrar que a qualidade dos combustíveis não tem a ver com a distribuidora, e sim, com a integridade do revendedor. Os combustíveis adulterados podem ser encontrados em qualquer posto, independentemente da marca.  

No entanto, é difícil burlar a fiscalização da Agência Nacional de Petróleo (ANP), que determina uma fórmula para garantir a qualidade dos combustíveis, tanto em postos bandeira branca quanto em postos bandeirados. Para se ter ideia, o índice de não conformidade, quando o combustível não segue os parâmetros da ANP, é abaixo de 2% no Brasil.

O que é um posto bandeirado?

o posto bandeirado é aquele que trabalha com uma marca comercial de origem do combustível (a bandeira). Quem está habituado a percorrer as estradas do Brasil, certamente já reparou que alguns postos têm bandeira, e muitos outros, não. 

Como explicamos antes, a única diferença entre esses revendedores e os independentes está na maneira de oferecer os combustíveis para o consumidor final. Todo o resto, especialmente no que diz respeito às exigências da ANP, é comum aos postos bandeira branca e bandeirados.

Sendo assim, não há motivos para desconfianças sobre a qualidade dos combustíveis vendidos no Brasil, já que toda a produção é centralizada e deve seguir os mesmos parâmetros. Quanto aos casos de gasolina importada, também não deve haver preocupação, pois a mercadoria é testada no porto, antes mesmo de ser descarregada.

Quais as vantagens do posto bandeira branca?

Alguns fatores devem ser considerados antes de se optar por um posto bandeira branca ou bandeirado. Por isso, vamos explicar as vantagens e desvantagens de cada um deles.

Confira, a seguir, as vantagens do posto bandeira branca:

Vantagens

  • Autonomia: quando o posto é bandeira branca, o revendedor tem autonomia para decidir tudo sobre o estabelecimento, como fazer a negociação dos combustíveis, quais equipamentos adquirir etc.
  • Marketing único: os postos bandeira branca são livres para criar estratégias de marketing e ofertas  adequadas da forma mais conveniente. Uma vantagem é realizar campanhas direcionadas a partir de um mapeamento feito na região.

Desvantagens

  • Desconfiança: como explicamos, muitas pessoas ainda desconfiam de postos sem bandeira, pois fazem uma associação imediata à falta de qualidade dos combustíveis.

Quais as vantagens e desvantagens do posto bandeirado?

A seguir, listamos as vantagens e desvantagens do posto bandeirado. Confira:

Vantagens 

  • Garantia de apoio operacional: como o posto bandeirado tem um contrato exclusivo com uma distribuidora, ele recebe ajuda na infraestrutura do estabelecimento, com instalações, equipamentos e suporte técnico.
  • Marketing organizado: as distribuidoras sempre têm ações de marketing organizadas para aumentar as vendas do consumidor final. Entre as iniciativas, destacam-se publicidade, promoções, programas de fidelidade, relacionamento com o cliente estão entre as iniciativas. 
  • Preferência dos motoristas: com um bom trabalho de marketing feito pelas distribuidoras, é mais fácil conquistar os motoristas. Além disso, quando se trata de uma distribuidora muito reconhecida, isso interfere diretamente na escolha do cliente.

Desvantagens 

  • Falta de autonomia: com um contrato exclusivo, há limitação quanto à escolha de fornecedores para a loja de conveniência, por exemplo. 
  • Sem negociação de compra: os postos bandeirados são obrigados pelas distribuidoras a adquirir quantidades mínimas de combustível, não importa como esteja o desempenho de vendas.

Por que a bandeira branca tem uma posição privilegiada?

Como mencionamos, os revendedores independentes são mais otimistas do que os bandeirados. Mas, afinal, o que está acontecendo?

A cada ano, é possível acompanhar o aumento de postos bandeira branca, que devem ganhar ainda mais espaço no futuro. Uma prova disso é a conclusão da ANP sobre não existir impedimento para a venda direta de etanol das usinas para postos. Essa decisão só se aplica aos postos independentes, deixando-os mais fortes.

Nesse contexto, é possível dizer que os revendedores independentes têm uma posição privilegiada. Isso porque as distribuidoras, que trabalham com uma política considerada “predatória”, não têm um bom relacionamento com os seus revendedores.

Entenda o relacionamento dos postos com as distribuidoras

O Minaspetro, sindicato mineiro, tem falado aos investidores sobre a real situação da revenda e o péssimo relacionamento com as distribuidoras. Em 2019, o presidente do sindicato, Carlos Eduardo Mendes, esteve na XP Investimentos para uma reunião com um grupo de investidores das cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro. 

De acordo com ele, “a distribuidora que não for parceira do revendedor está fadada a perder postos e ver seu marketing share despencar”. É importante levá-lo em consideração, pois a ótica de um empresário do setor, o qual já conhece a realidade da revenda, serve para mostrar aos investidores o futuro sombrio que os aguarda. 

Contudo, espera-se que a entrada de novos players no mercado (Glencore, Vitol, Total, Petrochina) transforme os modelos de contratos das distribuidoras com os revendedores e crie uma relação de parceria. E que não façam disso um empréstimo bancário como as atuais distribuidoras fazem, cobrando R$0,05 antecipados por litro contratado e R$0,15 ao longo do período contratual.

É importante que o bandeirado tenha orgulho de vestir a camisa da distribuidora novamente. Isso não ocorre hoje, ainda mais quando o fornecedor vende o mesmo produto R$0,15 mais barato para o concorrente bandeira branca, prejudicando e causando prejuízos aos postos bandeirados.

Nesse contexto, você precisa analisar bem o cenário de sua cidade antes de renovar o contrato com a sua distribuidora. Não se iluda com o dinheiro fácil do contrato novo e lembre-se o quão desgastante e longos foram os anos de parceria com ela. 

Se assinar um novo contrato, busque sempre uma facilidade na cláusula de saída, sem multas e amarras de volume. Trabalhe para ter um preço baixo de custo, e não um valor de bônus no contrato.

Por outro lado, se optar por um posto bandeira branca, aproveite as vantagens que mencionamos e invista no seu próprio marketing com as soluções de fidelização e gestão de metas do ClubPetro. Fale com um dos nossos especialistas para saber mais!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao se cadastrar você aceita receber os conteúdos do ClubPetro e compreende que pode se descadastrar a qualquer momento.

Posto de combustíveis