regime tributário
Revendedor

Qual regime de tributação escolher para 2019?

Artigo escrito por Dawisson Lage
Por Dawisson Lage
Criado em 26/12/2018, atualizado em 23/07/2020

Uma decisão muito importante no planejamento financeiro de um posto de combustíveis é a escolha do regime de tributação. E isso deve ser escolhido logo, antes do início do próximo ano!

De acordo com a legislação vigente, um posto tem duas opções: lucro real ou lucro presumido. Já falamos desse tema aqui, mas não custa lembrar: no lucro real, você é tributado pela diferença entre as receitas e os custos/despesas, e no lucro presumido, por alíquotas aplicadas sobre uma base de cálculo.

Acontece que, independente da opção, ela é feita somente uma vez, ou seja, o regime escolhido valerá por todo o ano, e a mesma opção feita para o IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica), obrigatoriamente valerá para a CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido).

A empresa define qual a opção escolhida no momento do pagamento da primeira DARF do ano. Caso a opção seja pela tributação por Lucro Real, com apuração mensal, a primeira DARF tem vencimento no último dia útil de fevereiro. Caso opte pelo  Lucro Presumido, que tem apuração trimestral, o prazo é um pouco maior, vencendo a DARF no último dia útil de abril.

Discuta bem com seu contador ou consultor qual será a opção feita. Esta é uma das decisões mais importantes do início do ano e deve ser feita considerando todo o orçamento anual e suas expectativas de receitas e despesas.


Ao se cadastrar você aceita receber os conteúdos do ClubPetro e compreende que pode se descadastrar a qualquer momento.

Posto de combustíveis