uso do celular por frentista na pista
De revendedor para revendedor

Uso do celular por frentista na pista é motivo de justa causa

Artigo escrito por Ricardo Pires
Por Ricardo Pires

[vc_row][vc_column][vc_column_text]No Brasil, o número de aparelhos celulares já ultrapassa o da população, 240 milhões de celulares para 208 milhões de brasileiros, conforme dados da ANATEL. Entretenimento, informação e contatos instantâneos na palma das mãos. Como fica a questão do uso em local de trabalho? Na realidade de um posto de combustível, o uso do celular por frentista, na pista, é motivo de demissão por justa causa.

Este é um problema muito comum em praticamente todos os postos no Brasil, já que os funcionários desrespeitam as leis e proibições da utilização do aparelho na pista.

O uso do celular em postos de combustíveis é proibido, tanto para clientes como, principalmente, frentistas e consta na NR-20, Norma Regulamentadora nº 20, que trata da Segurança e Saúde no Trabalho com Inflamáveis e Combustíveis. A utilização do celular em local de trabalho gera distração do funcionário e consequentemente mau atendimento, além de ser um grande risco para o funcionário e para a empresa.

Vivemos talvez o período mais difícil para a revenda, e o Ministério do Trabalho nos exige adaptações absurdas na empresa e um investimento altíssimo num período crítico para o empresário.

Não é possível que, mesmo diante de tais exigências, custos elevadíssimos e obrigações, o revendedor ainda aceite o uso do celular na pista, contrariando toda a lógica de investimentos no posto para adequar as regulamentações de segurança exigidas. Não é admissível termos a obrigação de lavar até o uniforme do frentista e aceitar isso…é revoltante.

Uma prática comum é o gerente fazer uso do celular com frequência, por se tratar de um profissional que resolve problemas o dia todo.  Mas a proibição do uso do aparelho na pista vale para todas as atividades, incluindo a gerência.

Diversos revendedores me perguntam como inibir isso, como proibir o uso do aparelho na pista e eu sempre digo: a empresa é sua! Seja rigoroso e exija o cumprimento das normas estabelecidas em contrato de trabalho.

Tenha documentados todos os direitos e deveres dos funcionários e exija o cumprimento por parte de todos.

Algumas dicas valiosas para evitar problemas trabalhistas é:

⁃  Você deve afixar num quadro de avisos a norma da empresa proibindo a utilização do celular na pista.

⁃  No contrato de trabalho do empregado, deve constar uma cláusula dessa proibição.

⁃  Não faça vista grossa em relação a isso

⁃  Se o frentista utilizar o telefone na pista, dê uma advertência por escrito.

⁃  Na segunda advertência, suspenda-o por 3 dias.

⁃  Na terceira advertência, demita-o por justa causa.

Tudo isso parte de uma organização da empresa, se você tem uma norma escrita, assinada pelo empregado e uma postura de fiscalização, você está respaldado pela lei e tem todo o direito de exigir seu cumprimento.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row][vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_single_image media=”84755″ media_width_percent=”100″ media_link=”url:https%3A%2F%2Finfo.clubpetro.com%2Ftreine-seus-frentistas%3Futm_source%3Dblog%26utm_medium%3Dbanner%26utm_campaign%3Duso-do-celular-por-frentista-na-pista||target:%20_blank|”][/vc_column][/vc_row]


Ao se cadastrar você aceita receber os conteúdos do ClubPetro e compreende que pode se descadastrar a qualquer momento.

Posto de combustíveis