chave do banheiro
Postos de Combustíveis

A chave do banheiro, por favor!

Artigo escrito por Wladimir Eustáquio Costa
Por Wladimir Eustáquio Costa
Criado em 16/09/2020, atualizado em 16/09/2020

Temos falado muito nas transformações do nosso negócio ao longo do tempo. Uma das que pode provocar uma reação surpreendente e positiva (ou triste e negativa) é a experiência do cliente no banheiro de um Posto de Combustíveis. Como é a experiência do seu cliente ao “pedir a chave do banheiro?”.

Ao longo dos anos este conceito vem fortalecendo e os revendedores superaram problemas reais e conceitos imaginários e eliminaram soluções que adotavam num passado muito recente e que eram comuns como:

  • O chuveiro existe e não só mais um cano com a bica.
  • O chuveiro não está mais dentro de uma gaiola com cadeado.
  • O vaso sanitário foi recolocado no local e não é mais o buraco com a marca para os pés.
  • A descarga existe! Não é mais uma corda que sai de um buraco na parede. E superado os medos com roubos de louças e ferragens, a boa experiência do cliente com banheiros, tem rendido fidelização e lucro.

Nas estradas, esta mudança tem provocado uma evolução transformadora nos negócios. Encontramos muitas vezes funcionários exclusivos para limpeza permanente daquilo que foi, no passado chamado, de banheiro. Hoje, até o perfume aplicado é estudado e alguns típicos e exclusivos daquela rede ou daquele posto, para remeter mentalmente o cliente o cheiro agradável ao nome do posto e reforçar a necessidade de voltar a parar ali em sua próxima viagem.

Leia também: Postos de Rodovia: do lixo ao luxo

Para os caminhoneiros então gente, nem se fala: são duchas modernas, sauna, “apartamentos de banho, como por exemplo no posto Dangelis, onde o caminhoneiro possui um ambiente exclusivo e dividido entre espaço da ducha, espaço do vaso sanitário e espaço de sentar, trocar roupa, barbear, fazer sua higiene pessoal com conforto. Encontramos ” pontos de conveniência “onde o feliz usuário daquele belo espaço encontra para comprar desde a esquecida escova de dentes, até loções e cremes, passando por pequenos outros “mimos” disponíveis.

Mas esta oportunidade de fidelização ainda encontra resistência em muitos Postos urbanos. Alguém já passou pelo constrangimento de “pedir” a chave do banheiro ao frentista? Ou recebê-la amarrada a um objeto enorme e pesado? Eu já vi até em pedra!

Outro dia, ao “pedir”a chave, a recebi amarrada numa embalagem (limpa) de óleo lubrificante, saí com duas convicções: lá eu não volto e esta marca de óleo não uso nunca mais! É preciso que o revendedor encare o espaço do banheiro como um poderoso “Vendedor Invisível”:

  • Propagandas inteligentes dos produtos oferecidos no Posto e na Conveniência.
  • Informações sobre promoções.
  • Mensagens divertidas.
  • Wi-fi disponível.
  • Limpeza, higienização e cheiro agradável, além do óbvio e mínimo papel higiênico e sabonete, que não vamos discutir.

Acabaram os medos reais de uso por moradores de rua? De uso para espaço de droga ou sexo? De roubos? A resposta infelizmente é NÃO! Existe tudo isto, mas temos sugerido soluções profissionais e métodos para cada posto, em cada uma destas diferentes esquinas, bairros e cidade, para que o seu Vendedor Invisível esteja a postos e usando técnicas fantásticas de marketing para acabarmos com o “me empresta a chave do banheiro, por favor”. E muitas vezes já com uma certa urgência e ou com as pernas cruzadas!!! Bons negócios!

Wladimir Eustaquio Costa
Suporte Postos
www.suportepostos.com.br


Ao se cadastrar você aceita receber os conteúdos do ClubPetro e compreende que pode se descadastrar a qualquer momento.

Posto de combustíveis