postos revendedores
Postos de Combustíveis

Dura lição para os Postos Revendedores de Combustíveis

Artigo escrito por Wladimir Eustáquio Costa
Por Wladimir Eustáquio Costa
Criado em 26/11/2020, atualizado em 26/11/2020

A sociedade tem dado cada vez mais valor aos fatores subjetivos nas empresas, como as ações sociais e ambientais, agregando estas ações às escolhas dos produtos e serviços. E os postos revendedores de combustíveis não estão isentos deste movimento.

Nesta esteira três letras estão movimentando cada vez mais a avaliação das empresas por analistas especializados no mercado financeiro e pela sociedade, que são ESG (Environmental,Social ando Governance Evaluation), termo que avalia as empresas de qualquer porte, de acordo com o desempenho em nas áreas: social, ambiental e governamental.

As questões ESG representam os novos riscos e oportunidades dos negócios e acreditem prezados colegas revendedores, podem e devem ser precificados nos produtos por meio de modelos padrão de desempenho e avaliação.

Fizemos esta introdução para chegar ao atual e lamentável exemplo na Gestão de Pessoas e no ESG que tem sido dado pelo Carrefour.
São lições que, obrigatoriamente, acendem uma forte luz sob qualquer empreendimento, seja ele um pequeno negocio ou um grande conglomerado.

Revisar orientaçōes passadas ao nosso pessoal de como se comportar representando a empresa diante de fatos do dia a dia, lembrando que o novo julgamento da sociedade ocorre muito antes das devidas avaliações de órgãos governamentais, ou mesmo da defesa formal da empresa, pois este julgamento vem ao vivo (por registros de celulares) e numa rapidez avassaladora nas redes sociais.

Todas devem estar preparadas para gerenciar estoques, para comprar bem ou fazer excelentes contratos de fornecimento, porém se não souber preparar seu colaborador (do mais humilde ate seu mais qualificado, passando inclusive por eventual prestadores de serviços), maior o risco de um grande prejuízo por esta carência, do que pelos próprios resultados econômicos da operação em si.

Vejamos a seguir a sequencia de fatos vividos pelo Carrefour que podemos usar nesta reflexão sobre nosso comportamento e orientação aos colaboradores:

1. Em 2018, o Carrefour ocupou o noticiário quando, em Osasco, um segurança da loja agrediu com uma barra de ferro, no estacionamento, um cachorro até a morte.
2. Já em 2019, em Anápolis, um idoso foi expulso da loja após ser “confundido” como uma pessoa em situação de rua.
3. Em agosto deste ano, em Recife, um empregado enfartou e morreu na loja. Seu corpo foi coberto com papelão e a loja prosseguiu funcionando enquanto aguardava o “Rabecão”.
4. Agora as atenções recaem sobre a loja de Porto alegre, com um cliente espancado até a morte.
5. E para fechar esta anti-aula de gestão, o mesmo grupo empresarial frequentou os noticiários com a sentença da 4ª Vara do Trabalho de Sorocaba, que condena Carrefour Comércio e Indústria LTDA (Postos de Combustíveis), por expor seus empregados à “situações constrangedoras, vexatórias ou humilhantes”, decorrente de um inquérito civil conduzido pelo MPT que colecionou uma série de depoimentos que demonstraram a ocorrência do assédio em postos de combustíveis instalados dentro das lojas do Carrefour. Nesses depoimentos, os empregados contaram que, por não alcançarem as metas, recebiam “reprimendas públicas e eram ridicularizados e obrigados a cortar a grama do posto com as mãos”.

Tudo isto nos chama a atenção para a governança da nossa empresa e o gerenciamento de pessoas. O posto revendedor tem que ser bom em oferecer produtos de qualidade, em gerenciar estoque, em saber lidar com seus resultados financeiros, em preparar e entender seu DRE, porém tudo pode ser comprometido se o colaborador não estiver treinado e, principalmente, envolvido com a empresa e seus princípios.

Leia também: 6 passos para implantar a Governança Corporativa

Você revendedor pode estar se perguntando: onde meu negócio de posto revendedor pode estar envolvido no futuro em situações como estas abordadas pelo ESG?
Te convido para uma reflexão pratica:

  • Como você lida com o problema do andarilho nos postos de estrada?
  • Quais ações e atos você orienta fazer quando as (os) profissionais do sexo conseguem entrar no pátio do posto?
  • Como vc faz com os vendedores ambulantes e população em situação de rua, que invadem seu posto de cidade?
  • Vc permite a venda ou “doação” do etanol hidratado para ingestão por esta população em situação de rua?

Muito frequentemente lido com estes temas e discussões nos conselhos de empresas que participo e posso afirmar que muito ainda tem que ser feito , além de ser mais recorrente do que se possa imaginar.

Se você refletiu e suas respostas não feriram o ESG e o Compliance, parabéns!!!! Aconselho que continue o planejamento estruturado do seu crescimento empresarial e sustentação do seu negócio.

Agora, caso contrario, te convido a aproveitar a oportunidade e tomar ações sobre este novo normal a começar principalmente na orientação aos colaboradores e termino listando manchetes e comentários de especialistas sobre os fatos no Carrefour:.

“O Carrefour pode ser bom em gerenciar produtos, gôndolas e fluxos de lojas. Mas não tem qualquer habilidade para gerir pessoas”.

“Está cada vez mais claro que eles têm problemas gravíssimos”.

“É uma sequência de episódios negativos”.

“Carrefour ridiculariza frentistas de seus postos por não atingirem metas”.

“O que aconteceu ontem mostra que o Carrefour não tem aprendido com seus erros”.

“E que há toda uma escala de governança de comando que não está preparada e que, claramente, falhou”.

“O Carrefour informou que adotará as medidas cabíveis para responsabilizar os envolvidos”.

“ O Carrefour INFORMA QUE romperá o contrato com a empresa terceirizada responsável pela segurança da unidade”.

“O Carrefour diz que irá demitir o profissional responsável pela loja no momento do incidente”.

“O Carrefour lamenta profundamente o caso”.

“Ao tomar conhecimento deste inexplicável episódio, iniciamos uma rigorosa apuração interna”, afirmou a rede.

“Estamos profundamente consternados com tudo que aconteceu e acompanharemos os desdobramentos do caso, oferecendo todo suporte para as autoridades locais.”


Ao se cadastrar você aceita receber os conteúdos do ClubPetro e compreende que pode se descadastrar a qualquer momento.

Posto de combustíveis