PIX na Revenda de Combustíveis
Finanças em Postos de Combustíveis, Gestão

PIX na Revenda de Combustíveis

Artigo escrito por Ana Paula Tôrres
Por Ana Paula Tôrres
Criado em 22/09/2020, atualizado em 22/09/2020

Muito tem se falado sobre o PIX, novo produto lançado pelo Banco Central e que promete revolucionar a maneira como são feitas as transações financeiras, tanto por pessoa física, como jurídica. Saiba como será, na prática, o PIX na Revenda de Combustíveis.

Leia também: PIX – novo sistema de pagamento vai revolucionar seu Posto

O PIX é um sistema de transferências e pagamentos instantâneos, realizado em qualquer dia do ano, sem limite de horário e com o recurso imediatamente creditado ao destinatário. Sem intermediários, como adquirentes, bancos e bandeiras.

Com o Pix, o Banco Central vai oferecer pagamentos instantâneos, 24 horas por dia e sete dias por semana. Com isso, o novo método de transação vai substituir as transferências bancárias (TED – Transferência Eletrônica Disponível – e DOC – Documento de Ordem de Crédito) e débitos por transações entre pessoas. Sua operação plena está prevista para o próximo 16 de novembro.

PIX na Revenda

Hoje, transferências entre contas bancárias de diferentes instituições são feitas através de TEDs e DOCs. Pagamentos de contas são feitos por boletos, e transações físicas, por cartões ou dinheiro em espécie. As operações eletrônicas podem levar dias, principalmente se forem feitas em fins de semana ou feriados, portanto, são compensadas somente no dia útil seguinte  – e muitas delas acabam custando caro. O cenário atual de transações financeiras é pouco vantajoso para o mercado da Revenda:

  • Taxas elevadas para crédito e débito.
  • Tempo de recebimento demorado na modalidade crédito (quando não há antecipação)
  • Dificuldade na conciliação de recebíveis.
  • Gastos com conciliação.

Com a entrada do PIX , a promessa é de que tudo seja mais simples, com a promessa de maior agilidade:

  • Transação imediata.
  • Menos intermediários.
  • Pagamento por QRCode: maior agilidade no momento do pagamento. Este QRCode será padronizado, o BRCode. Este código será gerado, também, pela automação do Posto.
  • Acessível, com interface simples, tanto para pagador, como recebedor.
  • Fechamento de caixa mais simples e com menos erros.

Alexandre Pinto, da Matera, sugere que revendedores procurem os fornecedores das automações (para os postos que utilizam) e perguntem sobre quais as atualizações disponíveis para a integração do PIX com o sistema.

Tudo leva a crer que o PIX seja mesmo uma revolução nas transações financeiras. A esperança é de maior economia, mais agilidade, menos entraves e burocracias. Outra sugestão dada por Alexandre, é que o revendedor use seu próprio Programa de Fidelidade para dar maior visibilidade ao PIX, gerando mais vantagem ainda, tanto para o cliente, como para o revendedor.

ClubPetro já está em fase final de desenvolvimento de um app de pagamento, onde os revendedores e motoristas terão acesso a um meio de pagamento moderno, com custos menores e muito mais seguro. Aguarde!


Ao se cadastrar você aceita receber os conteúdos do ClubPetro e compreende que pode se descadastrar a qualquer momento.

Posto de combustíveis