Posto de combustíveis
De revendedor para revendedor

Seria o seu Posto de Combustíveis a nova Nokia?

Artigo escrito por Ricardo Pires
Por Ricardo Pires
Sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo?
Posto de combustíveis

Não é raro receber dúvidas dos revendedores de qualquer parte do país sobre o que esperar para o futuro do nosso mercado. Ainda existem revendedores que acreditam que um posto se mantém apenas vendendo combustíveis, sem oferecer bom atendimento, sem conhecer o cliente. 

A agência Reuters compartilhou um discurso em que o CEO do Grupo Volkswagen, Herbert Diess, se dirigiu aos seus colegas seniores da administração e foi duro ao afirmar que o tempo das marcas tradicionais terminou e que a empresa que dirige precisa acelerar sua remodelação para evitar transformar-se em uma nova Nokia.

A Nokia, empresa finlandesa já foi a maior corporação no setor de telecomunicações do mundo, liderando com folga o mercado de celulares. Com a nova era dos smartphones, perdeu seu trono e acabou vendendo sua divisão móvel para a Microsoft . A empresa detinha, até 2007, mais da metade do mercado de telefones e smartphones. Hoje, doze anos passados e com a crescente modernização por parte de suas concorrentes, como a Apple, por exemplo, esta fatia decaiu consideravelmente, ocupando apenas 1,3% do mercado.

O que a afirmação de Diess tem a ver com nosso mercado de combustíveis? A resposta é simples e direta: tudo! É hora de colocarmos as mãos na consciência e avaliarmos o futuro (que nem está tão longe assim), nos espera. E, por fim, respondermos à pergunta: o que temos feito para que nossos negócios caminhem para este novo mercado que está surgindo?  O carro elétrico já é realidade fora do país e em breve chegará por aqui, assim como os veículos compartilhados.

Nosso jogo mudou, mas os jogadores, não. E nesta disputa, ganha quem se adapta mais rápido e conhece o cliente. Vejo que a maioria dos postos não está adaptado nem para o seu consumidor atual de carros à combustão, estão lentos até para o mercado atual. A grande maioria não conhece seus clientes, o quanto eles gastam, por exemplo. Revendedores que não enxergam oportunidades, não entendem este desconhecimento como uma dor, já que não possuem quaisquer dados, ou seja, não conseguem ser críticos com o próprio negócio, porque não têm as informações mais importantes em mãos.

Mas enquanto a realidade dos carros elétricos (ainda) não chegou ao seu Posto, o que acha de começar a melhorar o  seu negócio atual? Conhecer seu cliente, treinar sua equipe, oferecer além do básico? Não deixe o seu posto ser a próxima NOKIA, seja rápido e busque inovação antes que seja tarde demais.


Ao se cadastrar você aceita receber os conteúdos do ClubPetro e compreende que pode se descadastrar a qualquer momento.

Posto de combustíveis