Mangueiras das bombas de combustíveis com sinalização verde e preta e conectadas a um tanque de combustível subterrâneo
Postos de Combustíveis

O que você precisa saber sobre os tanques para postos de combustíveis?

Artigo escrito por ClubPetro
Por ClubPetro
Criado em 11/11/2022, atualizado em 11/11/2022

O tanque dos postos de combustíveis é um dos principais componentes para se ter atenção durante a aquisição ou criação de um estabelecimento dessa categoria. Isso se deve à necessidade de garantir a qualidade deste equipamento e, consequentemente, a segurança do posto na totalidade.

Neste conteúdo, abordaremos os principais tipos de tanques para armazenamento de combustíveis, quais detalhes estar atento durante a escolha de um modelo e a importância de realizar o acompanhamento das condições do tanque.

Navegue e aprenda mais sobre os tanques para postos de combustíveis:

Os diferentes tipos de tanques para postos de combustíveis

Os combustíveis dos postos podem ser armazenados em diferentes modelos de tanques. A escolha é direcionada por algumas condições, como a possibilidade de investimento, o espaço disponível para a instalação do equipamento, a segurança do local para os frentistas e clientes e o tipo de combustível que ficará armazenado.

É comum que a maioria dos modelos se dividam entre os tanques com formato cilíndrico e esférico. O primeiro possui maior aproveitamento do espaço disponível e, normalmente, a sua instalação é feita no subterrâneo com o sentido horizontal para evitar a necessidade de uma perfuração muito profunda.

O modelo esférico é considerado ideal para a armazenagem de gases, pois não possui vértices no seu formato. Essa característica permite uma maior liberação dos combustíveis desse tipo e evita que gases residuais fiquem acumulados no interior do tanque.

Embora a instalação de tanques para armazenagem possa ocorrer na superfície, no caso dos postos de combustíveis, os equipamentos são colocados no subterrâneo. Além de não atrapalhar a movimentação do local, o solo ajuda a conservar a temperatura e a volatilidade do combustível armazenado. Por outro lado, o material estará mais suscetível a oxidação externa pelo contato com a terra e a umidade. Por isso, a maioria dos tanques são construídos no modelo jaquetado.

Os tanques de combustíveis jaquetados

Também chamados de tanques de parede dupla, esse equipamento é constituído por duas camadas. A parte interna é normalmente construída em fibra de carbono, enquanto a externa (chamada de “jaqueta”) é formada por PRFV (plástico reforçado em fibra de vidro). Com isso, a camada exterior protege o tanque da oxidação subterrânea e a interior mantém o combustível nas condições adequadas de armazenamento.

Entre elas, existe um espaço para ser instalado um sensor eletrônico que contribui no monitoramento de quantidade do combustível, bem como de eventuais vazamentos que possam colocar a operação e o meio ambiente em risco.

Mas, quais são os pontos de atenção na hora de escolher um tanque para o posto de combustível?

O que considerar ao escolher o tanque para o meu posto de combustíveis?

O revendedor deve estar atento a algumas variáveis na hora de escolher o tanque que será instalado no seu posto. Inicialmente, o principal é saber quais insumos serão armazenados.

Como não é possível misturar dois combustíveis no mesmo tanque, se o objetivo do posto for trabalhar com diversos produtos, como a gasolina e o diesel, será necessário mais de um equipamento para a armazenagem. O que nos leva ao outro ponto importante de análise: o espaço disponível.

Mesmo que os tanques fiquem no subterrâneo, é preciso que o espaço no estabelecimento seja adequado para permitir a instalação das bombas de combustíveis na superfície. Elas se conectam diretamente com os reservatórios abaixo por meio dos tubos de sucção previamente instalados. Logo, os tanques precisam ter um distanciamento mínimo entre eles.

A quantidade de litros vendidos também deve ser considerada para entender a rotatividade do combustível no posto e realizar uma gestão de estoque assertiva. Ter o conhecimento dessa medida ajuda a definir a capacidade necessária para o tanque de armazenagem. Existem vários tamanhos variando de 1.000L a 60.000L, com o mais comum sendo o modelo de 30.000L.

Por fim, é necessário saber se o equipamento corresponde às diretrizes da Norma Brasileira (NBR) ABNT 16161 para os projetos de fabricação dos tanques jaquetados subterrâneos em posto revendedor.

A importância da manutenção e monitoramento do tanque de combustíveis nos postos

Realizar a manutenção periódica e o acompanhamento do volume armazenado no tanque é uma etapa primordial na rotina dos postos. Além de contribuir para manter o controle do estoque e o ciclo de reabastecimento, também permite identificar problemas relacionados à estrutura do reservatório.

Verificar o volume do combustível constantemente ajuda a mensurar variações consideradas anormais do insumo. O que pode indicar um vazamento em potencial e a necessidade do reparo. O acompanhamento correto pode impedir um dano ambiental em maior escala e a interdição completa do posto para reparo dos equipamentos, como as bombas e o próprio tanque.

A Cartilha do Posto Revendedor da ANP destaca no item 12:

“quando for constatada perda do estoque físico de combustível superior a 0,6%, caberá ao PRC proceder com a apuração das causas e, se detectado vazamento para o meio ambiente, providenciar reparo dos equipamentos correspondentes. Quando os referidos equipamentos forem de propriedade de terceiros, caberá a esses a responsabilidade do reparo. Além disso, devem ser informadas no LMC, no campo “13) Observações”, variações superiores a 0,6% do estoque físico, com justificativa;”

Somado a manutenção constante das condições estruturais do tanque, o revendedor poderá garantir uma vida útil maior para o seu equipamento e manter o funcionamento do seu posto adequadamente.

Essas são as principais informações a respeito dos tanques para postos de combustíveis

Os tanques armazenam o principal produto comercializado nos postos, então toda a operação estará baseada no planejamento e funcionamento adequado desses reservatórios.

Com este conteúdo, você pode conhecer os modelos de tanques para postos de combustíveis, os pontos de atenção durante a escolha das opções disponíveis para o seu estabelecimento e a necessidade de realizar um acompanhamento constante dos reservatórios.

Continue acompanhando o blog do ClubPetro para mais informações sobre a revenda de combustíveis e como potencializar os resultados do seu posto conquistando a fidelidade do seu cliente.

Banner com degradê laranja e chamada para o contato com especialista do ClubPetro

Dúvidas frequentes sobre os tanques para postos de combustíveis:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao se cadastrar você aceita receber os conteúdos do ClubPetro e compreende que pode se descadastrar a qualquer momento.

Posto de combustíveis