abrir um posto
Revendedor

Vale a pena abrir um posto de gasolina? Mudanças no mercado

Artigo escrito por Ricardo Pires
Por Ricardo Pires
Criado em 26/10/2021, atualizado em 02/11/2021
Sem tempo de ler agora? Que tal ouvir o artigo?
Posto de combustíveis

O que é preciso para abrir um posto de gasolina? Qual o investimento necessário? E as leis e normas? Será que vale a pena? Você pode ter feito esses questionamentos em alguns momentos, por isso, vamos explicar o assunto neste artigo.

Como era o mercado no passado?

No passado, ser dono de posto era sinônimo de empresário bem sucedido, que teve prosperidade. Esse cenário criou a impressão de que a atividade exercida nesses espaços era muito atrativa para futuros empreendedores. Afinal, um posto bem localizado era suficiente para trazer um grande fluxo de clientes e lucros.

Já no início da década de 90, quando o Governo Collor abriu o mercado de combustíveis e quebrou os oligopólios, o cenário apresentado acima mudou. Nesse contexto, surgiram novas distribuidoras e postos bandeira branca, que trouxeram mais dinamismo e competitividade para o setor.

Os postos independentes vieram para comprar de qualquer distribuidora, dando preferência àquelas que oferecessem o menor preço. Isso foi um baque, com custos menores na ordem R$0,15, que passaram a influenciar os preços dos combustíveis e atrair o motorista que busca um menor custo.

Com esses novos entrantes, os revendedores antigos, que se protegiam na “asa” das distribuidoras, se incomodaram e precisaram sair da zona de conforto. Dessa forma, eles se acostumaram a renegociar os contratos, a cada cinco anos, e ganhar luvas milionárias, o que possibilita investimentos em carros de luxo, fazendas e reformas em casa.

Como está o mercado hoje?

Hoje, quase 30 anos após a abertura do mercado, os postos bandeira branca já correspondem a quase 50% dos estabelecimentos, conforme os dados do ClubPetro. O revendedor busca independência para conhecer o seu cliente, e não ser uma marionete das distribuidoras.

Como os motoristas buscam valores menores e o combustível tem um grande peso no bolso do trabalhador, seja pelo valor, pelos impostos ou pelo consumo dos veículos, o revendedor se tornou o vilão, não o governo.

Não bastasse todos esses entraves, o revendedor ainda vive a incerteza de que o negócio que o seu pai trouxe até aqui pode não sobreviver ao amanhã, já que os carros elétricos e novos modais são uma realidade.

O que é necessário para abrir um posto de gasolina?

Antes de mais nada, você precisa conhecer o mercado de combustíveis. É preciso entender as mudanças explicadas anteriormente e saber que o público é muito abrangente nesses estabelecimentos.

O posto de combustíveis é um negócio muito rentável, porque atende todas as classes e vende um item fundamental para a utilização dos automóveis, que são muitos. Mas o seu Posto não precisa oferecer apenas o serviço de abastecimento. 

Hoje em dia, cada vez mais estabelecimentos oferecem serviços diferenciados, como loja de conveniência, estacionamento terceirizado, lava-jato, troca de óleo etc. Mais adiante, vamos explicar a importância de ofertar esses diferenciais para conseguir retorno sobre o investimento aplicado para abrir o seu negócio. 

Qual o investimento necessário?

Antes de mensurar o investimento necessário para abrir um posto de gasolina, você precisa decidir se vai filiar o seu Posto a uma bandeira (BR, Ipiranga, Shell, Ale etc) ou se vai começar do zero. Nos dois casos, há vantagens e desvantagens a serem consideradas. 

Se você escolher uma bandeira, a distribuidora vai arcar com alguns gastos da construção e abertura do estabelecimento. Por outro lado, os revendedores bandeirados são obrigados pelas distribuidoras a adquirir quantidades mínimas de combustível e são limitados quanto à escolha de fornecedores.

Como bandeira branca, o seu Posto não terá o mesmo apoio financeiro dos revendedores bandeirados. Entretanto, o revendedor independente tem autonomia para decidir tudo sobre fornecedores e como fazer a negociação de combustíveis. 

De qualquer forma, o investimento aproximado para abrir um posto de gasolina, seja como bandeirado ou bandeira branca, é de R$600 mil a R$1,5 milhão. Estima-se que o retorno sobre esse investimento seja alcançado em até 18 meses, considerando que o faturamento mensal, normalmente, fica entre R$40 mil e R$80 mil. 

Como ter um bom retorno sobre o investimento?

Como explicamos, o investimento para abrir um posto de gasolina não fica abaixo de R$600 mil. Por isso, vamos explicar o que faz a diferença na hora de garantir o retorno sobre todo esse investimento. Veja:

Localização

A localização é fundamental para o sucesso do seu Posto. Nesse sentido, é importante considerar alguns pontos, quando for escolher um lugar:

  • fluxo de veículos;
  • acessibilidade;
  • visibilidade;
  • iluminação;
  • segurança;
  • concorrência.

Uma dica é não montar seu estabelecimento em ruas desertas e considerar as áreas que não são nobres. Afinal, a procura por combustíveis também é grande em regiões mais afastadas de centros e bairros mais caros.

Infraestrutura

Para ter um bom retorno sobre o investimento do seu Posto, você deve ter uma boa infraestrutura. Além de um espaço de aproximadamente 900m² em área urbana ou 5000m² em rodovia, alguns itens fundamentais para o funcionamento do seu negócio são:

  • bombas e filtros de combustíveis;
  • tanques de armazenamento;
  • compressores de ar;
  • balança de ar;
  • equipamentos de lubrificação e limpeza.

Nesse espaço, você ainda pode investir em uma loja de conveniência, com itens básicos para os motoristas que abastecem no seu Posto. Também é possível investir em serviços mais diferenciados, como farmácias, caixa eletrônico 24h, minimercado, reboque etc.

Bons colaboradores 

Outra dica muito importante para alcançar bons resultados no seu Posto é ter uma equipe formada por bons colaboradores. Portanto, além de estar bem localizado e ter uma boa infraestrutura, você deve treinar sua equipe para oferecer um atendimento excelente aos clientes.

Quais as licenças necessárias para abrir um posto de gasolina?

Mais do que entender o cenário e o investimento por trás desse mercado, é importante conhecer as licenças necessárias para abrir um posto de gasolina conforme as normas vigentes na sua cidade.

Quanto às normas da Agência Nacional de Petróleo (ANP) sobre construção civil e tancagem dos derivados de petróleo, destacam-se:

  • ter o registro de revendedor varejista expedido pela ANP;
  • dispor de equipamentos medidores;
  • tancagem para o armazenamento de combustíveis automotivos;
  • adquirir a granel e revender os produtos no varejo, não em alta quantidade.

Como explicamos, as licenças ambientais variam de cidade para cidade. No estado do Rio Grande do Sul, quem é responsável por elas é a Fundação Estadual de Proteção Ambiental Henrique Luiz Roessler. Portanto, lembre-se de buscar informações sobre o órgão responsável por essas licenças na sua região!
Se você quiser melhorar a performance do seu Posto e aumentar as vendas, fale com um dos nossos especialistas sobre as nossas soluções de fidelização e gestão de metas!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao se cadastrar você aceita receber os conteúdos do ClubPetro e compreende que pode se descadastrar a qualquer momento.

Posto de combustíveis