greve dos caminhoneiros
Revendedor

A revenda em apoio à greve dos caminhoneiros

Artigo escrito por Ricardo Pires
Por Ricardo Pires
Criado em 23/05/2018, atualizado em 24/07/2020

Motivada pela alta incessante nos preços dos combustíveis, reflexo da Politica de Preços da Petrobras, que desde 2016 acompanha a variação cambial do dólar, a greve dos caminhoneiros está ganhando forças e recebendo apoio de cidadãos e empresários brasileiros, principalmente revendedores de combustíveis.

Neste terceiro dia de paralisação, algumas consequências negativas já começam a ser sentidas: aumento no preço de alimentos, atraso na entrega pelos correios, desabastecimento de combustível em alguns postos.

Mas o apoio dos empresários do setor de combustível aos caminhoneiros tem demonstrado que tanto revendedores como consumidores estão juntos, apoiando e dando algum suporte. Exemplos podem ser vistos através das boas ações que redes e postos clientes ClubPetro, que operam nas rodovias brasileiras, estão promovendo.

Seja cedendo o pátio, isentando a cobrança do uso dos banheiros, fornecendo alimentação e dando suporte à emergências, gestores das redes demonstram que todos neste momento estão juntos nesta luta. O Brasil, país extenso e com uma enorme malha rodoviária se une à dor do caminhoneiro autônomo e espera uma resposta menos penosa que essa política atual de preços adotada pela Petrobras.

Por fim, o ClubPetro pontua que assim como os caminhoneiros, os postos de combustíveis estão extremamente insatisfeitos com o alto preço dos combustíveis, que atualmente possuem quase 50% de impostos em sua composição final, além da Política de Preços da Petrobras que sufoca os empresários e traz imprevisibilidade para um segmento tão diversificado como a Revenda de combustíveis.


Ao se cadastrar você aceita receber os conteúdos do ClubPetro e compreende que pode se descadastrar a qualquer momento.

Posto de combustíveis