Transporte de combustíveis: imagem de alguns caminhões
Na Estrada, Postos de Combustíveis, Combustíveis

Transporte de combustíveis: como funciona no Brasil

Artigo escrito por Letícia Bessa
Por Letícia Bessa
Criado em 28/10/2021, atualizado em 17/11/2021

O transporte de combustíveis é algo que exige atenção no mercado de derivados do petróleo. Por isso, vamos explicar como funciona a dinâmica para levar milhares de litros de combustíveis das usinas e refinarias aos postos. Qual é a operação logística por trás desse transporte? Continue lendo para tirar suas dúvidas!

Como funciona o transporte de combustíveis?

Para entender como funciona o transporte de combustíveis, é necessário saber de onde vem a gasolina, o diesel e o etanol. Enquanto as refinarias produzem gasolina e diesel, as usinas são responsáveis pelo etanol. Não obstante, o transporte desses combustíveis é feito de maneira similar até às distribuidoras e aos postos.

Se você acha que os combustíveis são transportados por meio terrestre, está certo. Essa é a forma mais comum de levar os combustíveis às distribuidoras e aos postos, mas não a única. Até o transporte realizado por meio de tubos é realizado nesses momentos.

Como a maior parte dessa logística de transporte é feita por meio do sistema rodoviário, uma grande porcentagem de gasolina, diesel e etanol é transportada por caminhões. Para realizar o serviço, eles devem obedecer às normas e regulamentações vigentes para o transporte de combustíveis. 

Outros meios utilizados para transportar essas cargas são os hidroviários e ferroviários, sendo o modal aéreo o único modal de transporte que não leva combustíveis. Além disso, os oleodutos e gasodutos são utilizados no repasse das refinarias e usinas às distribuidoras, principalmente nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

Vale ressaltar que as principais dutovias do país estão localizadas nas regiões Sul e Sudeste. Estamos falando do Oleoduto Osbra, que liga São Paulo a Brasília; o Oleoduto Opasc, que conecta os estados do Paraná e Santa Catarina; e o Etanolduto Ribeirão Preto-Paulínia.

Quais as normas estabelecidas para transporte de combustíveis?

Para fazer o transporte de combustíveis, é necessário seguir algumas regras pré-estabelecidas pela legislação. Esses cuidados são necessários porque os derivados de petróleo são considerados perigosos.

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) define que produtos inflamáveis, tóxicos, corrosivos, entre outros, oferecem riscos à população ou ao meio ambiente. Dessa forma, os combustíveis, que são produtos inflamáveis, devem atender às normas de segurança para evitar danos à natureza ou à sociedade.

Nesse sentido, o transporte de combustíveis por meio rodoviário deve ser feito apenas pelos motoristas que têm certificação no curso de Movimentação e Operação de Produtos Perigosos (MOPP). Além disso, as transportadoras de cargas perigosas precisam ter o Certificado de Inspeção para o Transporte de Produtos Perigosos (CIPP) e o Certificado de Inspeção Veicular (CIV).

Também é necessário fornecer informações sobre as condições do caminhão, a fim de comprovar adequação às leis vigentes. Os caminhões ainda devem ser equipados com sinalização especial para indicar que está transportando uma carga perigosa. Já os motoristas devem receber um kit de proteção individual para casos de acidentes.

Quanto aos dutos e ao transporte ferroviário ou hidroviário, existem normas distintas. Mas todos os casos de transporte de combustíveis, independente do modal, precisam ter uma logística criada pelas empresas.

Quais os cuidados necessários para o transporte de combustíveis?

Agora que já explicamos as normas vigentes para o transporte de combustíveis, vamos mostrar como levar as cargas das refinarias e usinas aos postos. Confira alguns pontos que merecem atenção:

Isolamento térmico

Por ser uma carga inflamável, o combustível deve ser armazenado e transportado em um contêiner isolado. Assim, a quantidade de calor será reduzida, o que diminui os riscos de incêndios e explosões.

Proteção contra vazamentos

Outra situação que deve ser evitada durante o transporte de combustíveis é o vazamento, que pode ocasionar a perda do material e gerar vários riscos. Quando há vazamento, significa que o isolamento do contêiner não está adequado e que o combustível pode intoxicar animais, corroer estradas e causar outros problemas.

Redes de apoio para lidar com emergências

Por fim, os transportadores precisam de uma rede de apoio que possa ajudar em casos de acidentes ou perdas. Ainda que haja todo o preparo inicial, a fim de evitar os riscos mencionados acima, é possível ter algum incidente com o transporte de combustíveis.

Esses são os cuidados necessários para realizar o transporte de combustíveis de forma eficiente. Com essas informações, você pode se planejar melhor e destacar o seu Posto no mercado para atrair mais clientes. Além disso, vale a pena investir em soluções de fidelização e gestão de metas para aumentar o seu ticket médio. Fale com um dos nossos especialistas para conhecer os nossos aplicativos!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao se cadastrar você aceita receber os conteúdos do ClubPetro e compreende que pode se descadastrar a qualquer momento.

Posto de combustíveis