Cartão de combustível: imagem de um abastecendo um carro
Revendedor, Fidelização, Gestão

Cartão de combustível: saiba como funciona e se vale a pena aceitar

Artigo escrito por Letícia Bessa
Por Letícia Bessa
Criado em 21/10/2021, atualizado em 04/11/2021

O cartão de combustível já é uma opção em muitas empresas que trabalham com frotas no Brasil. Mas, será que vale a pena aceitar esse tipo de cartão no seu Posto? Neste artigo, vamos explicar tudo que você precisa saber a respeito do assunto. Continue!

O que é um cartão de combustível?

O cartão de combustível é um recurso muito utilizado por empresas que trabalham com algum tipo de frota. Esse cartão serve para custear o abastecimento de veículos com mais economia e transparência

Como você pode imaginar, os principais clientes das operadoras de cartão combustível são as empresas que trabalham com transporte de cargas e passageiros. Mas nada impede que uma pessoa física solicite esse cartão para fazer uso no dia a dia.

De forma geral, o cartão de combustível é igual a um cartão de crédito convencional ou um cartão pré-pago. Em alguns casos, a empresa pode creditar um valor fixo para o motorista utilizar durante o mês; em outros, a companhia determina um limite para o cartão, que é reduzido conforme a utilização do crédito. 

Quais os tipos de cartão combustível?

Sabendo que existem cartões pré e pós-pagos, é preciso entender o contexto no qual a empresa se encontra antes de escolher um ou outro. Essa decisão tem a ver com os objetivos e o contexto interno da empresa.

Em alguns casos, um é preferível em relação ao outro. Por exemplo, se a empresa tem muitos casos de fraudes internas, recomenda-se o uso de um cartão pré-pago. O cartão pré-pago também é indicado, quando a empresa ainda não tem um sistema de gestão de frotas.

Por outro lado, se as transações realizadas pelos motoristas são muito complexas e os veículos trafegam bastante, o cartão mais indicado é o pós-pago. 

Qual o melhor cartão de combustível?

Você já deve imaginar que existem diferentes soluções de cartão combustível disponíveis no mercado. Afinal, existem várias empresas distintas que administram esse tipo de cartão, com vantagens e tarifas específicas.

Nesse sentido, alguns pontos que as empresas precisam considerar antes de escolher uma bandeira são: 

  • tarifas;
  • postos credenciados;
  • serviços que podem ser pagos com o cartão;
  • plataforma de gestão;
  • integração com serviços e plataformas de terceiros;
  • validação do abastecimento e controle de fraude;
  • aplicativo mobile;
  • atendimento e suporte;

Entre as empresas disponíveis no mercado, temos Maxifrota, Ticket Car, Ticket Log, Cartão Ipiranga, Shell e Petrobrás.

Por que as empresas utilizam o cartão de combustível?

A seguir, vamos explicar por que as empresas utilizam o cartão de combustível. Confira:

Evita fraudes

O cartão de combustível ajuda a identificar e prevenir fraudes por parte dos motoristas. Com esse recurso, é possível acompanhar quando o consumo de combustível (km/l) é menor do que o indicador normal. Dessa forma, evita-se o reembolso equivocado quanto às despesas reais, evitando possíveis discrepâncias.

Descomplica o faturamento

Além de evitar fraudes, o cartão de combustível simplifica o faturamento das transações realizadas. Com esse recurso, o motorista não precisa guardar a nota fiscal do combustível, pois o sistema do cartão inclui as informações de quaisquer transações em uma planilha dinâmica. 

Essa praticidade reduz o tempo das empresas com tarefas administrativas, além de proporcionar mais tempo para os funcionários se dedicarem ao negócio, visto que eles não precisam ter o controle de um simples papel. Portanto, se a empresa tem dificuldade com a gestão de notas fiscais, o cartão de combustível é uma “mão na roda”.

Possibilita as análises financeiras

A planilha dinâmica, integrada às plataformas de gestão, possibilita a realização de análises profundas sobre os gastos da empresa com combustível. Com uma visão mais clara e objetiva dos gastos, essas análises dão mais controle às empresas e facilitam as projeções financeiras.

Oferece descontos

O cartão de combustível é utilizado apenas com a finalidade de comprar etanol, gasolina, diesel e óleos lubrificantes, então os postos de gasolina entendem que o portador do cartão é um cliente garantido. Dessa forma, há descontos e incentivos para reduzir o valor do combustível ao portador do cartão

Vale a pena aceitar o cartão de combustível no seu Posto?

Agora que você já entende melhor do que se trata um cartão de combustível, é normal se fazer algumas perguntas sobre as vantagens dele para o seu Posto. Sabendo disso, vamos explicar os aspectos positivos e negativos de aceitar um cartão combustível no seu estabelecimento. Confira:

Quais as vantagens?

Como mencionamos antes, o cartão de combustível serve apenas para a compra de etanol, gasolina, diesel e óleos lubrificantes. Dessa forma, ao aceitar o pagamento com esse tipo cartão no seu Posto, você terá muitas vendas diárias garantidas sem risco de inadimplência. 

Nesse sentido, você pode investir na fidelização de clientes para fazer os motoristas que usam o cartão de combustível retornarem ao seu Posto. Uma dica é oferecer vantagens, alinhadas ao seu Programa de Fidelidade próprio, para os motoristas, como a utilização de serviços em lojas do comércio local. 

Quais as desvantagens?

Embora o aumento das vendas seja muito atrativo, é preciso considerar um outro lado do cartão combustível. Afinal, os operadores desses cartões fazem cobranças sobre o valor de cada venda. Para se ter ideia, em alguns casos, essa taxa chega a 5% do valor obtido, sem contar que o período de reembolso varia entre 30 e 40 dias.

De acordo com a revista Posto de Observação, uma das operadoras de cartão combustível mais aceitas em São Paulo tem uma taxa de credenciamento de R$100 e uma taxa mensal de manutenção equivalente a R$60,97. Essa operadora também aplica uma tarifa de 3,5% a 5% dependendo da negociação e faz o reembolso do valor em até 36 dias 

Já em outra operadora, o prazo de reembolso é de 28 dias. A taxa de adesão tam­bém é de R$100 e a anuidade custa R$120, que é somada aos R$ 4,99 por pagamento em conta corrente. A tarifa cobrada pelo valor da transação é de 3,5%.
Assim sendo, você deve considerar todos os prós e contras antes de aceitar um cartão de combustível no seu Posto. Se você achar que o melhor a se fazer é investir nesse cartão, lembre-se de montar estratégias para fidelização de clientes. Fale com um dos nossos especialistas para conhecer o nosso aplicativo de fidelidade!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao se cadastrar você aceita receber os conteúdos do ClubPetro e compreende que pode se descadastrar a qualquer momento.

Posto de combustíveis